Como quantificar os fatores de riscos físicos e químicos no evento S-2240?

Home / Medicina e Segurança do Trabalho / Como quantificar os fatores de riscos físicos e químicos no evento S-2240?
Como quantificar os fatores de riscos físicos e químicos no evento S-2240?

Como quantificar os fatores de riscos físicos e químicos no evento S-2240?

No leiaute S-2240 será necessário informar a intensidade/concentração dos fatores de riscos que possuem LT – Limite de Tolerância (Ruído, Calor, Vibração de Mãos e Braços, Vibração de Corpo Inteiro, Poeira, Vapores, Fumos, etc). Ou seja, não basta reconhecer o fator de risco, é necessário quantificar e comparar os resultados das exposições com o Limite de Tolerância.

Os Limites de Tolerância são estabelecidos pela NR 15 ou ACGIH – American Conference of Governmental Industrial Higyenists.

No leiaute S-2240 as seguintes informações são solicitadas para cada fator de risco:

– Código do fator de risco ao qual o trabalhador está exposto, conforme Tabela 23;

– Tipo de avaliação do fator de risco: critério quantitativo ou critério qualitativo;

– Intensidade ou concentração da exposição do trabalhador ao fator de risco cujo critério de avaliação seja quantitativo;

– Unidade de medida da intensidade ou concentração;

– Técnica utilizada para medição da intensidade ou concentração.

– As metodologias de amostragem e metodologias analíticas são definidas pela Fundacentro ou por normas internacionais de Higiene Ocupacional.

Vale lembrar que o resultado da quantificação da exposição é essencial para definir:

– Condições insalubres;

– Condição para aposentadoria;

– Necessidade de implantação de Equipamentos de Proteção;

– Eficácia dos Equipamentos de Proteção Coletivos;

– Eficácia dos Equipamentos de Proteção Individuais;

– Necessidade de Exames Médicos para monitoramento de Saúde dos trabalhadores.

Prova disso é que o leiaute S-2240, além das informações relatadas acima, também solicita as seguintes informações de cada fator de risco:

– A exposição ao fator de risco/execução da atividade configura trabalho insalubre?

– A exposição ao fator de risco/execução da atividade configura trabalho periculoso?

– A exposição ao fator de risco/execução da atividade enseja recolhimento para fins de aposentadoria especial?

– Dados referentes a utilização de Equipamentos de Proteção Coletiva e sua eficácia;

– Dados referentes a utilização de Equipamentos de Proteção Individual e sua eficácia;

– Dados do profissional legalmente habilitado responsável pelas informações.

É importante lembrar que o leiaute S-2240 é gerado para cada trabalhador da empresa. Observe que estas informações formarão o PPP do trabalhador, no entanto, com o dinamismo de informações que o eSocial exige.

Fonte: https://safenation.com.br/blog/como-quantificar-os-fatores-de-riscos-fsicos-e-qumicos-no-evento-s-2240

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.